A última final de 2020

A final do World Grand Prix

Na semana passada, Mark Selby derrotou Ronnie O'Sullivan facilmente por 9-3 na final do Aberto da Escócia para manter o Troféu Stephen Hendry. Ao contrário de outras finais nesta temporada, esta foi decepcionante devido ao fraco desempenho do campeão mundial. Selby mereceu a vitória depois de produzir a melhor sinuca vista durante a semana que passou. Ele fez sua estreia no Aberto da Escócia no ano passado e desde então ele nunca foi derrotado neste evento. Esse é o segundo título de Selby no ranking da temporada, o que o coloca empatado com Judd Trump.

Mark Selby venceu o Aberto da Escócia semana passada.

O último torneio do ano foi o World Grand Prix desta semana. Apenas os 32 melhores jogadores da lista de um ano estavam competindo. Os ex-campeões são Judd Trump (2015, 2019), Shaun Murphy (2016), Barry Hawkins (2017) e Ronnie O'Sullivan (2018). O atual campeão e atual campeão do Reino Unido Niel Robertson enfrentou Robert Milkins (O Leiteiro) na primeira rodada e perdeu por 4-2.

O primeiro finalista é o número um do mundo Judd Trump. Surpreendentemente consistente, ele superou Michael Holt (4-3) na primeira rodada para permanecer na disputa e conseguiu fazê-lo novamente na segunda rodada contra Stuart Bingham (4-3). Tendo evitado duas vezes uma saída antecipada, Trump venceu sem grandes problemas em seu encontro nas quartas-de-final contra Martin Gould com uma vitória por 5-2. Então, seu adversário na semifinal foi o campeão mundial Ronnie O'Sullivan. O que se seguiu foi outra derrota difícil de superar (6-1) para o campeão mundial. Trump venceu os três primeiros frames e fez uma tacada de 65 no quarto, que O'Sullivan respondeu com um contra-ataque de 71 para ganhar seu primeiro e único frame antes do intervalo da sessão. Jamais intimidado e demostrando grande confiança, Trump venceu os últimos três frames com um par de centenários e uma tacada de 69 para liquidar a partida. Apesar de ser o favorito, Trump nunca havia vencido O'Sullivan em uma semifinal antes; seu último confronto em uma semifinal foi no Coral Tour Championship 2019, numa emocionante melhor de 19 que durou mais de 5 horas e foi até a negra, que foi vencida por O'Sullivan na última bola.

Trump jogará sua quinta final de um evento a valer pontos no ranking nesta temporada (Championship League, English Open, North Ireland Open, UK Championship e World Grand Prix). Só este fato é prova suficiente de seu domínio no esporte nos últimos anos. Uma possível terceira vitória num campeonato disputado nos últimos meses renderia um belo presente de Natal para ele. E para os fãs de sinuca é sempre um prazer vê-lo jogar porque ele tem levado o jogo a um patamar totalmente novo.

O outro finalista é Jack Lisowski. Ele parece estar revelando todo o seu potencial. Em termos de técnica, ele é um dos melhores jogadores para assistir, se não o melhor. Jack derrotou Shaun Murphy por 4-2 na primeira rodada, Robert Milkins por 4-0 na segunda rodada e Zhao Xintong por 5-3 nas quartas de final.

Jack Lisowski venceu Mark Selby para chegar à final.

A semifinal foi de dar água na boca. Jack Lisowski começou muito bem com tacadas de 88, 89, 110 e 72 que o ajudaram a abrir uma vantagem de 5-1. Selby venceu o sétimo frame com a maior tacada do torneio (143) e Jack teve a oportunidade de terminar a partida no oitavo frame, mas errou uma azul jogando com a mão direita. Selby retomou sua reação vencendo o próximo par de frames, e então ele errou uma vermelha com o fancho no décimo frame. Jack contra-atacou com uma tacada de 78 para chegar à final.

Jack Lisowski jogará contra o número um do mundo Judd Trump na final do último evento de 2020. Essa é outra oportunidade para Jack ganhar seu primeiro título no ranking. Obviamente, Trump é o favorito, mas tudo pode acontecer na sinuca. Selby era o favorito na semifinal, mas perdeu para o jovem jogador. A última final valendo pontos no ranking no ano é uma melhor de 19 que dará ao campeão 100 mil pontos no ranking. Aproveitem!

Featured images credit: wst.tv