A sinuca volta em 2021

Janeiro está recheado de torneios

Feliz Ano Novo! Este blog tem agora 3 meses de idade! Se você está lendo isso, obrigada! Agora para o primeiro post de 2021...

Judd Trump está a caminho de se tornar uma força dominante no esporte assim como Stephen Hendry estava nos anos 90. Trump venceu o último torneio de 2020, o World Grand Prix, derrotando Jack Lisowski por 10-7 na final. Lisowski ainda não conquistou seu primeiro título no ranking, apesar de já ter jogado em quatro finais. Eu nunca pensei que haveria um jogador tão dominante no esporte porque o padrão melhorou muito, e a competição é feroz. Trump tem agora 20 títulos no ranking, o que o coloca na frente de Neil Robertson e Mark Selby, dois dos melhores jogadores da temporada. Se Trump mantiver sua boa fase atual, ele certamente se tornará um dos maiores do jogo nos anos seguintes.

O único problema é que não quero que sinuca se torne previsível e, em última análise, chata. Eu adoraria ver um azarão levantar um troféu de vez em quando. Se você olhar para os vencedores desta temporada, você verá os mesmos rostos mais de uma vez. Esse é o tema deste post. Felizmente, há alguns jogadores além de Mark Selby e Neil Robertson que poderiam possivelmente roubar algumas troféus do número um do mundo, e eu vou dedicar este post a tais jogadores. Note que não considerarei veteranos do jogo que ganharam vários eventos da Tríplice Coroa ao longo dos anos; apenas aqueles que ainda não cumpriram seu verdadeiro potencial no jogo.

O primeiro nome que me vem à cabeça é Kyren Wilson. O vice-campeão mundial impediu Trump de quebrar a maldição do Crucible no ano passado. Kyren tem "apenas" quatro títulos no ranking em seu currículo: o Shanghai Masters (2015), o Paul Hunter Classic (2018), o German Masters (2019), e a Championship League (2020). Kyren tem um histórico impressionante contra Trump e é definitivamente capaz de vencer quaisquer torneios nos dias de hoje. Na minha opinião, o único aspecto do jogo dele que o impede de ganhar mais é o controle da bola branca. Kyren é um ótimo pontuador e um jogador formidável com o fancho, mas às vezes ele confia muito em tacadas com o fancho, dificultando o processo ganhar frames em uma única visita à mesa.

Outro candidato para uma rivalidade é Ding Junhui, o melhor jogador que a China já produziu. Apesar de ter vencido eventos da Tríplice Coroa várias vezes, Ding não é exatamente um veterano (ele é jovem) e tem muitos anos pela frente no circuito para competir com Trump. Ding ganhou cinco títulos no ranking durante a temporada 2013/2014, um recorde conjunto com Stephen Hendry na época. Ele venceu o UK Champioship pela terceira vez em 2019, derrotando Stephen Maguire por 10-6 na final, mas ele não ganhou nada nesta temporada. O jogador chinês é muito competente para fazer altas tacadas, mas não conseguiu produzir o seu melhor desde que ganhou o torneio em 2019. Para ser mais específica, ele jogou em quatro quartas-de-final nesta temporada e não ganhou nenhuma.

Mark Allen é um jogador muito bom que pode marcar pontos bem rapidamente. Ele tem um estilo de jogo único - uma técnica muito peculiar - que é eficaz, mesmo assim. Ele é o atual campeão dos campeões, tendo derrotado os três melhores jogadores do mundo Ronnie O'Sullivan, Judd Trump e Neil Robertson para colocar as mãos nesse troféu. O intrigante é que seu melhor resultado desde tal proeza foi chegar às oitavas de final no Aberto da Escócia. Mark Allen ganhou cinco títulos no ranking em sua carreira. Seu primeiro e único título da Tríplice Coroa veio no Masters, quando venceu Kyren Wilson por 10-7 na final. Allen é uma espécie de força desconhecida no jogo para mim. Ele tem um enorme potencial, mas de alguma forma não tem consistência para ganhar torneios regularmente.

Yan Bingtao é um jovem jogador chinês que também está entre os 16 melhores. Ele esteve perto de se tornar o jogador mais jovem a vencer um evento no ranking quando jogou a final do Aberto da Irlanda do Norte em 2016, onde perdeu por pouco para Mark Williams por 9-8. Se ele tivesse vencido a partida, ele teria quebrado o recorde de O'Sullivan estabelecido em 1993. Seu primeiro e único título no ranking veio em 2019 no Riga Masters. Por ser tão jovem e já estar no topo, acredito que ele alcançará muito mais durante sua carreira.

Jack Lisowski é um dos melhores jogadores para assistir. Sua técnica se destaca como uma das melhores no circuito, se não a melhor. Mas ele não tem consistência. Na verdade, ele tem um enorme potencial não realizado. Ele nunca ganhou um evento no ranking, apesar de ser profissional desde 2010 e estar em quatro finais em torneios no ranking antes, incluindo a já mencionada final do World Grand Prix. A julgar pela maneira como ele jogou contra Trump na final, acredito fortemente que sua hora definitivamente chegará, e virá mais cedo do que a maioria dos fãs de sinuca pensam.

O último jogador entre os 16 primeiros no ranking da minha lista é Thepchaiya Un-Nooh. Eu gosto de assistir jogadores rápidos porque eles fazem o jogo parecer tão natural e fácil. O único problema com Thepchaiya é que às vezes ele erra algumas bolas fáceis; ele comete muitos erros inesperados. Sempre me disseram que sinuca é mais do que apenas matar as bolas e isso certamente se aplica a Thepchaiya. Talvez seu jogo tático precise de alguma melhoria. A verdade é que, apesar de seu talento natural e velocidade, Thepchaiya venceu apenas um evento no ranking: o Shoot-Out em 2019. Ele vai jogar no Masters este mês pela primeira vez em sua carreira. Seu adversário será o atual campeão Stuart Bingham.

Agora, para terminar meu primeiro post do ano. O calendário frenético de sinuca continua. Isso é incrível para os que gostam de assistir sinuca como eu. Outra Championship League começa amanhã (4 de janeiro) na Arena MK em Milton Keynes. Esta situação pandêmica não está melhorando, então os jogadores estão de volta ao local. O Masters começa na semana seguinte (10 de janeiro) no Alexandra Palace para variar, mas infelizmente, a portas fechadas. Logo após o evento da Tríplice Coroa, o novo torneio de sinuca, o WST Pro Series acontecerá em Milton Keynes seguido pelo Garman Masters. Ambos em janeiro! Tédio jamais, certo? Acho que ver sinuca é melhor do que não ver sinuca. As festas de fim de ano acabaram, então quem precisa de férias, afinal?

Crédito da imagem: wst.tv