O fim da temporada 2020/2021

Mark Selby é o novo campeão mundial

O mundial

Já faz um tempo desde meu último post. Estive ocupada com outras coisas. Como todos já sabem, Mark Selby conquistou o Crucible pela quarta vez. Parabéns ao recém-coroado campeão mundial! Selby já igualou o recorde de John Higgins de quatro títulos mundiais e, portanto, pode ser considerado um dos grandes nomes da história do esporte. Selby se tornou campeão mundial pela primeira vez em 2014, quando venceu O'Sullivan por 18-14 na final. O segundo título mundial veio em 2016, quando venceu Ding Junhui por 18 a 14. Selby defendeu com sucesso seu título em 2017, negando a John Higgins seu quinto título mundial. Em suma, Selby é o jogador com melhor aproveitamento no Crucible desde 2014. Ele sempre leva vantagem no aspecto emocional do jogo, algo tão presente nos dias atuais. Em relação ao ranking, Mark Selby é agora o número dois do mundo e não está muito atrás do número um do mundo Judd Trump.

Selby parecia afiado desde o início do torneio, quando derrotou confortavelmente o norueguês Kurt Maflin por 10-1 na primeira rodada. Seu próximo adversário foi Mark Allen, que foi derrotado por 13-7. Selby passou pelas quartas de final derrotando Mark Williams por 13-3. O próximo jogador em seu caminho foi Stuart Bingham. Finalmente, pôde-se dizer que foi uma partida bem disputada na qual Selby venceu Bingham por 17-15. O adversário de Selby na final foi um Shaun Murphy bem afiado.

Murphy não teve a melhor das temporadas, mas despertou bem a tempo para jogar em Sheffield. Eu nunca teria imaginado que Murphy iria tão longe. No final da segunda sessão no domingo, Selby liderava por 10-7. Na segunda-feira (foi feriado no Reino Unido), Selby manteve a liderança até o final do jogo, derrotando assim seu oponente por 18-15. Não irei entrar em detalhes sobre como a final se desdobrou porque isso já foi feito pelo WST em seu site oficial (wst.tv/the-final-frame-by-frame). Murphy ganhou seu primeiro e único título mundial em 2005. Ele também apareceu na final em 2009 e 2015. É verdade que Murphy perdeu na final do mundial pela terceira vez, mas ele ganhou um bom prêmio de consolação por ter sido vice-campeão: Murphy garantiu seu lugar no Campeão dos Campeões que acontecerá entre os dias 15 e 21 de novembro no Bolton Whites Hotel em Bolton, Inglaterra.

Mark Selby conquista o Crucible de novo!

Legal, ótimo! Mas o que aconteceu com os outros caras que eram favoritos? O número um do mundo Judd Trump perdeu nas quartas de final para o vice-campeão Shau Murphy por 13-11. O favorito da imprensa, Neil Robertson, também perdeu nesta fase para Kyren Wilson por 13-8. Como ele tinha mostrado sua melhor sinuca no Tour Championship, a mídia esperava que Neil Robertson ganhasse um segundo título mundial. Há uma lição a ser aprendida aqui: já que o mundial é uma maratona, é ainda mais imprevisível do que outros torneios. Tenham cuidado ao fazer previsões. Um resultado muito pior veio para o então campeão Ronnie O'Sullivan, que perdeu na segunda rodada para Anthony McGill depois de disputar uma negra. Apesar de ter jogado em cinco finais, O'Sullivan chegou ao final da temporada sem levantar um troféu. John Higgins também perdeu na segunda rodada para seu "colega de classe", Mark Williams.

Os jovens jogadores Judd Trump e Jack Lisowski fizeram sua estreia como comentaristas durante o mundial. Foi um golaço por parte da BBC (eu realmente não gosto da BBC, mas devo admitir que foi uma boa ideia). Foi revigorante ver tais jogadores como comentaristas e as pessoas nas redes sociais gostaram muito. Talvez esse seja o primeiro passo para tornar o jogo mais atraente para um público mais jovem. Espero vê-los comentando novamente. E, por fim, o tópico mais popular do mundial deste ano: a saída polêmica de Mark Williams. John Higgins e Ronnie O'Sullivan também adotaram a infame saída conservadora. Há rumores de que alguns jogadores foram questionados se a jogada deveria ser banida ou não. Acho engraçado que as pessoas estavam considerando a proibição. Que bobagem! A saída é legal, e depois de duas ou três tacadas, o frame se desenvolve da mesma forma do que aqueles que começam da maneira convencional.

WST Awards

O número um do mundo Judd Trump é o Jogador do Ano (não seria da temporada?) pela terceira vez consecutiva. A mídia escolheu Mark Selby como Jogador do Ano, mas concordo com o público em eleger Judd Trump. Selby é o atual campeão mundial e ganhou mais dois títulos durante a temporada, mas Trump ganhou mais (5 títulos) e tem sido mais consistente. Selby também ganhou o prêmio de Performance do Ano por sua campanha no Crucible. Discordo veementemente do último. John Higgins mostrou a melhor sinuca de sua carreira no Players Championship e, portanto, era o único digno de ganhar o prêmio de Performance do Ano na minha humilde opinião.

World Seniors Championship

David Lilley (45) tornou-se o campeão do mundial dos veteranos (World Seniors Championship) pela primeira vez ao derrotar o atual campeão, Jimmy White, na final. Jimmy White tinha esperanças de defender seu título pela segunda vez; ele estava perdendo por 3-0 na final e conseguiu empatar, mas Lilley ganhou os dois últimos frames e a partida por 5-3. Para chegar à sua terceira final consecutiva, White derrotou um adversário muito forte, o brasileiro Igor Figueiredo, nas semifinais (4-1). Muito tem sido dito sobre a aparição de Figueiredo no mundial dos veteranos. Muitas pessoas nas redes sociais estavam dizendo que era injusto, porque ele joga no circuito principal (note que White, Hendry e Doherty também estão competindo no circuito principal). A única coisa que não consigo entender é por que as pessoas começaram a reclamar depois que ele ganhou a partida contra Stephen Hendry, quando o torneio já havia começado. As pessoas podem até ter razão, mas meu compatriota não tem culpa - ele foi convidado a participar! Enfim, foi uma boa temporada para Igor Figueiredo, pois ele conseguiu se manter no circuito para a próxima temporada e atualmente é o número 75 do mundo.

Aposentadoria

O escocês Alan McManus se aposentou do circuito profissional após 31 anos como jogador. Não faço ideia se ele vai jogar no World Seniors. Uma coisa é certa: ele vai continuar trabalhando como comentarista. O ex-campeão mundial Dannis Taylor também anunciou sua aposentadoria da sinuca competitiva depois de perder para Barry Pinches no World Seniors Championship. Ele também deve estar de volta trabalhando como comentarista muito em breve. E finalmente, Barry Hearn, presidente do WST, também anunciou sua aposentadoria. Sou nova na sinuca, então não sei como era o circuito antes de ele assumir como presidente. Até onde eu saiba, ele foi responsável pelo renascimento da sinuca depois de um período de vacas magras. Como fã do esporte, espero que o novo presidente, Steve Dawson, seja tão dedicado e comprometido quanto seu antecessor.

Turquia

Há um novo evento valendo pontos no ranking no calendário do WST, o Turkish Masters. Obviamente, vai acontecer na Turquia, em uma cidade chamada Antalya. Os jogadores precisarão vencer uma partida em uma rodada de qualificação em agosto antes de comprar a passagem para a Turquia. O Turkish Masters começará em setembro com 64 jogadores na disputa. Acho bom haver torneios realizados em outros países. Estou particularmente curiosa para ver se os Estados Unidos algum dia irão sediar um torneio de sinuca. A verdade é que as pessoas estão profundamente entediadas com a situação da pandemia, que parece não ter fim. Além disso, todas essas restrições de viagem no ocidente não parecem ter qualquer efeito em conter a propagação da doença, que tem seguido seu curso independentemente das admoestações dos governos. A sinuca recomeça em julho. Estou ansiosa para a temporada 2021/2022!

Crédito das imagens: wst.tv